A rua em mim: memória urbana na poesia de Ferreira Gullar e Joãozinho Ribeiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25094/rtp.2021n32a720

Palavras-chave:

Cidade, Rua, Memória, Poesia.

Resumo

A cidade comporta uma herança simbólica inscrita em seus elementos urbanizados, sendo a literatura o lócus de materialização desses componentes. Neste artigo, analisamos o processo de rememoração das ruas em Poema sujo, de Ferreira Gullar, e Paisagem feita de tempo, de Joãozinho Ribeiro. Adotamos como referência os escritos de Walter Benjamin (1989;1994) e Maurice Halbwachs (2006). Os sujeitos poéticos das referidas obras desenvolvem com as ruas uma relação de cumplicidade, de modo que homem e cidade se imbricam num emaranhado de vivências e lembranças, levando-os a se diluírem no corpo da cidade.

Biografia do Autor

Silvana Pantoja dos Santos, Universidade Estadual do Maranhão - UEMA / Universidade Estadual do Piauí - UESPI

Doutora em Teoria Literária pela Universidade Federal de Pernambuco/UFPE, Recife, Pernambuco, Brasil. Professora de Literaturas de Língua Portuguesa da Universidade Estadual do Maranhão/UEMA, São Luís, Maranhão, Brasil, e da Universidade Estadual do Piauí/UESPI, Teresina, Piauí, Brasil.

Referências

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

BARROS, Valdenira. Imagens do moderno em São Luís. São Luís: Stúdio 11, 2001.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução Sérgio Paulo Rouanet. 7 ed. São Paulo: Brasiliense, 1994. (Obras escolhidas, v. 1).

BENJAMIN, Walter. Charles Baudelaire: um lírico no auge do capitalismo. 1. ed. São Paulo: Brasiliense, 1989. (Obras escolhidas III).

FERRARA, Lucrecia D’Alésio. Ver a cidade. São Paulo: Nobel, 1988.

GULLAR, Ferreira. Poema sujo. In: GULLAR, Ferreira. Toda poesia. 12. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

HALBWACHS, Maurice. A memória da cidade. Tradução Beatriz Sidou: Centauro, 2006.

RIBEIRO FILHO, João Batista. Paisagem feita de tempo. São Luís: SIOGE, 2006.

ROSSI, Aldo, A arquitetura da cidade. Tradução Eduardo Brandão. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

SANTOS, Silvana Maria Pantoja dos. Literatura e memória entre os labirintos da cidade: representações na poética de Ferreira Gullar e H. Dobal. São Luís: Editora da UEMA, 2015.

SOUZA, Valmir de. Cultura e literatura: diálogos. São Paulo: Ed. do Autor, 2008.

VILLAÇA, Alcides. Gullar: a luz e seus avessos. In: INSTITUTO MOREIRA SALLES. Cadernos de literatura brasileira: Ferreira Gullar. Rio de Janeiro: Instituto Moreira Salles, 1998. (n. 6).

WACQUANT, Loic. Os condenados da cidade. Tradução João Roberto Martins Filho et al. 2. ed. Rio de Janeiro: Revan, 2005.

WALTY, Ivete Lara Camargos. A rua da literatura e a literatura da rua. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2014.

Downloads

Publicado

2021-02-14

Como Citar

dos Santos, S. P. (2021). A rua em mim: memória urbana na poesia de Ferreira Gullar e Joãozinho Ribeiro. Revista Texto Poético, 17(32), 300–318. https://doi.org/10.25094/rtp.2021n32a720