LEITURA DE POESIA: “PAISAGENS COM CUPIM”, DE JOÃO CABRAL DE MELO NETO

Autores

  • Felipe Oliveira de PAULA UFMG

DOI:

https://doi.org/10.25094/rtp.2016n20a340

Resumo

Inicialmente, o que pode definir um texto como poesia é a forte marca de subjetividade. Ocorre que a subjetividade expressa no poema deve ser pensada a partir de sua especificidade e pela sua dinâmica na própria forma do texto. Nessa perspectiva, proponho interpretar o poema “Paisagens com cupim”, de João Cabral de Melo Neto, na trilha do pensamento de Theodor Adorno (2003) de que quanto mais escondida estiver a relação cristalizada entre o eu e a sociedade, mais bem acabado esteticamente é o poema. A forma poética capta melhor um movimento histórico no momento em que menos se preocupa em expor uma simples consequência das relações vigentes em uma dada situação. O que importa aqui não é uma temática social, mas como o sujeito poético trabalha formalmente elementos dispostos na realidade.

Biografia do Autor

Felipe Oliveira de PAULA, UFMG

Doutorando em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Referências

ADORNO, Theodor. Lírica e Sociedade. In: Notas de Literatura I. São Paulo: Duas Cidades; Ed. 34, 2003.

BARBOSA, João Alexandre. A imitação da forma. São Paulo: Duas cidades, 1975.

CAMPOS, Haroldo. O Geômetra Engajado. In: Metalinguagem & outras metas: ensaios de teoria crítica literária. São Paulo: Perspectivas, 2013.

CANDIDO, Antonio. Literatura de dois Gumes. In: A Educação pela Noite. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2011, pp. 197-218.

LUKÁCS, György. Para uma teoria marxista dos gêneros literários. In: Arte e sociedade: escritos estéticos 1932 – 1967. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2009, pp. 161-270.

MELO NETO, João Cabral de. Obra completa: volume único. Organização: Marly de Oliveira. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994.

NUNES, Benedito. João Cabral de Melo Neto. Rio de Janeiro: Vozes, 1974.

MERQUIOR, José Guilherme. Natureza da lírica. In: A astúcia da mimese: ensaios sobre lírica. Rio de Janeiro: Topbooks, 1997, pp. 17-33.

SECCHIN, Antonio Carlos. João Cabral de ponta a ponta. In: Uma fala só lâmina. São Paulo: Cosac Naify, 2014, pp. 11 -388.

SILVA FILHO, Marcos de Souza. O mar e o canavial: transfiguração do real na poética de João Cabral de Melo Neto. 2011. 107f. Dissertação. UnB, Brasília, 2011.

VALERY, Paul. Poesia e pensamento. In: Variedades. São Paulo: Iluminuras, 2007, pp. 193-200.

Downloads

Publicado

2016-06-22

Como Citar

PAULA, F. O. de. (2016). LEITURA DE POESIA: “PAISAGENS COM CUPIM”, DE JOÃO CABRAL DE MELO NETO. Revista Texto Poético, 12(20), 189–207. https://doi.org/10.25094/rtp.2016n20a340

Edição

Seção

Vária