Contra a anestesia, a gargalhada corrosiva: sobre o processo de escrita d’O Kit de Sobrevivência do Descobridor Português no Mundo Anticolonial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25094/rtp.2021n32a764

Palavras-chave:

paródia, apropriação, génio, anticolonialismo

Resumo

O presente ensaio explora e explica algumas das fases e momentos centrais do processo de escrita d’O Kit de Sobrevivência do Descobridor Português no Mundo Anticolonial, publicado em 2020 no Brasil (Edições Macondo) e em Portugal (Douda Correria), ao debruçar-se sobre os conceitos de apropriação, génio nãooriginal, paródia, colonialismo, anticolonialismo, visualidade e humor. N’O Kit de Sobrevivência do Descobridor Português no Mundo Anticolonial, a dimensão paródica, que parte de um exercício de apropriação e assenta no princípio da não originalidade, faz uso da História nacionalista e oficial para, de modo humorístico e interdisciplinar, expor, desmantelar e destruir os absurdos e as incoerências do pensamento colonial.

Biografia do Autor

Patrícia Lino, University of California, Los Angeles

Professora de literaturas e cinema luso-brasileiros na University of California/UCLA, Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos.

Referências

ALMEIDA, Joana. Fernando Medina compromete-se “sem complexos” com “passos significativos” na criação do Museu da Descoberta até 2021. O Jornal Económico, Lisboa, 13 jun. 2020.

ARAGÃO, Maria Lúcia P. de. A paródia em A força do destino. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, n.62, p. 18-28, jul./set. 1980.

ARISTÓTELES. Ética a Nicómano (II.5, 1105b19-21). Disponível: https://www.hs-augsburg.de/~harsch/augustana. Acesso em: 21 out. 2020.

ARISTÓTELES. Metafísica (v. 21, 1022b15-22). Disponível: https://www.hs-augsburg.de/~harsch/augustana. Acesso em: 21 out. 2020.

ARISTÓTELES. Retórica (II.1, 1378a20-21). Disponível: https://www.hsaugsburg.de/~harsch/augustana. Acesso em: 21 out. 2020.

AZOULAY, Ariella. Potential History: Unlearning Imperialism. New York: Verso Books. 2019.

BAKHTIN, Mikhail. Problemas de la Poética de Dostoiévski. Tradução Tatiana Bubnova. Ciudad de México: Fondo de Cultura Económica, [1929] 2003.

BAKHTIN, Mikhail. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. São Paulo: Annablume, [1975] 2002.

BAPTISTA, Carla; SILVA, Marisa Torres da. Media Diversity in Portugal: Political Framework and Current Challenges. Media & Jornalismo, Coimbra, v. 17, n. 31, p. 11-28, 2017.

BELANCIANO, Vítor. Actor Bruno Candé foi assassinado em plena Avenida Moscavide. Público, Lisboa, 25 jul. 2020.

BERNARDINO, Ana Luísa. Homicida de Bruno Candé, ao chegar à cadeia: “Em Angola, matei vários como este”. MAGG, Lisboa, 1 ago. 2020.

BLOOM, Harold. Genius. A Mosaic of One Hundred Exemplary Creative Minds. New York: Warner Books, 2002.

CARDIM, Pedro. Para uma visão mais informada e plural do padre António Vieira. Expresso, Lisboa, 25 de jun. 2020.

CM TV. Jovem morto a tiro. Lisboa, 26 jul. 2020. Disponível: https://youtu.be/4Ggcsf4S3iY. Acesso em: 21 out. 2020.

CORREIA, Gonçalo. Medina diz que Lisboa vai ter “um memorial dedicado à escravatura”, sem “nenhum complexo”. Observador, Lisboa, 13 jun. 2020.

CULLER, Jonathan. On Deconstruction: Theory and Criticism After Structuralism. Ithaca: Cornell University Press. [1982] 2007.

GENETTE, Gérard. Palimpsests: Literature in the Second Degree. Nebraska: University of Nebraska Press, [1982] 1997.

GOLDSMITH, Kenneth. Uncreative writing. Poetry Foundation. 2007. Disponível: https://bit.ly/3nbDWSk. Acesso em: 20 nov. 2020.

GOLDSMITH, Kenneth. Uncreative Writing: Managing Language in the Digital Age. Columbia: Columbia University Press. 2011.

FETTERLEY, Judith. The Resisting Reader. Bloomington: Indiana University Press. 1978.

FRYE, Northrop. Anatomy of Criticism. Princeton: Princeton University Press, [1957] 2020.

HUTCHEON, Linda. Uma teoria da paródia. Lisboa: Edições 70, 1985.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

LETHEM, Jonathan. The Ecstasy of Influence: Nonfictions, etc. New York: Knopf Doubleday Publishing Group, 2011.

LINO, Patrícia. O kit de sobrevivência do descobridor português no mundo anticolonial. Juiz de Fora: Edições Macondo, 2020.

MARCOS, Patrícia Martins. O colonizador afoito: o museu que Medina fantasiou e as lições que insiste em não aprender. Público, Lisboa, 16 jun. 2020.

MOREIRA KATAR, Joacine. Matchundadi: género, performance e violência política na Guiné-Bissau. Lisboa: Sistema Solar. 2020.

PERLOFF, Marjorie. Unoriginal Genius: Poetry by Other Means in the New Century. Chicago: The University of Chicago Press, 2010.

PERLOFF, Marjorie. Take Five: Why the Slightest Loss of Attention still Leads to Death. Poetry Foundation, Chicago, 2013.

SANT’ANNA, Affonso Romano de. Paródia, paráfrase & cia. São Paulo: Ática, 1988.

S/A. Homicida de ator fica em prisão preventiva. Expresso, Lisboa, 27 jul. 2020.

TUCK, Eve; YANG, K. Wayne. Decolonization is not a Metaphor. Decolonization: Indigeneity, Education & Society, Toronto, v. 1, n. 1, p. 1-40, 2012.

URDANG, Stephanie. Fighting Two Colonialisms: Women in Guinea-Bissau. New York: Monthly Review Press. 1979.

Downloads

Publicado

2021-02-14

Como Citar

Lino, P. (2021). Contra a anestesia, a gargalhada corrosiva: sobre o processo de escrita d’O Kit de Sobrevivência do Descobridor Português no Mundo Anticolonial. Revista Texto Poético, 17(32), 225–247. https://doi.org/10.25094/rtp.2021n32a764