A mão que balança o vero: uma proposta de leitura sobre recepção de arte a partir das canções de Chico Buarque de Hollanda

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25094/rtp.2021n32a763

Palavras-chave:

Canção, Chico Buarque, Sociedade, CONTEMPORÂNEO, Educação

Resumo

Partindo de uma visada particular sobre a arte e a contemporaneidade em que vivemos, propomos uma análise relacionada ao papel desempenhado pela arte na cosmovisão dos sujeitos deste tempo. Para tanto, destacamos como corpus uma poesia musical, que designamos pelo nome “oraliteratura”: a canção de Chico Buarque de Hollanda.

Biografia do Autor

Luciana Fernandes Ucelli-Ramos, UFES - Universidade Federal do Espírito Santo

Mestre em Letras. Professora da Secretaria Municipal de Educação/SEMED, Guarapari, Espírito Santo, Brasil.

Maria Amélia Dalvi, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Doutora em Educação. Professora da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, Brasil.

Referências

A MÃO que balança o berço. Curtis Hanson. Local: Estados Unidos da América; Coreia do Sul, 1992. 111min (1 DVD).

ARIZA, Adonay.O Brasil local e global. In: ARIZA, Adonay. Electronic samba: a música brasileira no contexto das tendências internacionais. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2006. p. 54-92.

BARTHES, Roland. O prazer do texto. Tradução J. Guinsburg. São Paulo: Perspectiva, 1977. (Coleção Elos).

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução Paulo Bezerra. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2015.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2013.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAUDRILLARD, Jean. “O objeto”. In: BAUDRILLARD, Jean. Senhas. Tradução Maria Helena Kürner. Rio de Janeiro: Difel, 2003. p. 9-12.

BERNADET, Jean Claude. O que é cinema. São Paulo: Círculo do Livro, 1980. (Primeiros Passos).

CORRÊA, Ana Laura dos Reis et al. Literatura e vida social. In: CORRÊA, Ana Laura dos Reis; HESS, Bernard Herman; ROSA, Daniele dos Santos (Org.). Cadernos de literatura: um caderno de formação em literatura na educação do campo. São Paulo: Expressão Popular, 2019. p. 11-38.

DUARTE, Newton. Arte e formação humana em Lukács e Vigotski. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 31., 2008, Caxambu. Anais... Caxambu: Anped, 2008. Disponível em: http: //www.anped.org.br/reunioes/31ra/1trabalho/GT17-4026--Int.pdf. Acesso em: 18 jun. 2016.

EAGLETON, Terry. Teoria da literatura: uma introdução. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

HANSEN, João Adolfo. In: JOBIM, José Luís (Org.). Palavras da crítica: tendências e conceitos no estudo da literatura. Rio de Janeiro: Imago, 1992. p. 11-43.

HARVEY, David. Condição pós-moderna. Tradução Adail Ubirajara Sobral. Rio de Janeiro: Ed. Loyola, 1989. p. 45-67.

HOLANDA, Chico Buarque de. Tantas palavras: Todas as letras. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

KRISTEVA, Julia. A revolução da linguagem poética. In: Literatura significações e ideologia. Lisboa: Arcádia. 1976. p. 104-130. (Coleção Práticas de Leitura).

LAROCHE, Maximilien. Dialectique de l’Americanisation. Quebec: Université Laval/Grelca, 1993. p. 83-102. (Coleção Essais, 10)

LÉVINAS, Emmanuel. A determinação filosófica da idéia de cultura. In: LÉVINAS, Emmanuel. Entre nós: ensaios sobre a alteridade. Coordenador de tradução Pergentino Stefano Pivatto. Petrópolis: Vozes, 1997. p. 229-239.

LOBO, Luiza. Leitor. In: JOBIM, José Luís (org.). Palavras da crítica: tendências e conceitos no estudo da literatura. Rio de Janeiro: Imago, 1992. p. 231-251.

MENESES, Adelia Bezerra de. Chico Buarque de Hollanda. São Paulo: Abril Cultural, 1980. (Literatura comentada).

MENEZES, Philadelpho. A experimentação artística na pós-modernidade. In: A crise do passado: modernidade, vanguarda, metamodernidade. São Paulo: Experimento, 1994. p. 164-171.

SANTERRES-SARKANY, Stéphane. Teoria da literatura. New York: Publicações Europa-América, 1991. (Coleção Saber).

SANTOS, Boaventura de Souza. Para uma sociologia das ausências e uma sociologia das emergências. In: SANTOS, Boaventura de Souza (org.). Conhecimento prudente para uma vida decente: um discurso sobre as ciências revisitado. São Paulo: Cortez, 2004. p. 777-815.

SAVIANI, Dermeval; DUARTE, Newton. A formação humana na perspectiva histórico-ontológica. In: SAVIANI, Dermeval; DUARTE, Newton (org.). Pedagogia histórico-crítica e luta de classes na educação escolar. Campinas: Autores Associados, 2012. p. 13-35.

UNGER, Roberto Mangabeira. Introdução. In: UNGER, Roberto Mangabeira. Paixão: um ensaio sobre a personalidade. Tradução Renato Schaeffer e Luís Carlos Borges. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 1998. p. 9-87.

ZIZEK, Slavoj. “De homo otarius a homo sacer”. Bem vindo ao deserto do Real!: cinco ensaios sobre o 11 de setembro e datas relacionadas. Tradução Paulo César Castanheira. São Paulo: Boitempo, 2003. p. 103-132.

Downloads

Publicado

2021-02-14 — Atualizado em 2021-02-17

Versões

Como Citar

Ucelli-Ramos, L. F., & Dalvi, M. A. (2021). A mão que balança o vero: uma proposta de leitura sobre recepção de arte a partir das canções de Chico Buarque de Hollanda. Revista Texto Poético, 17(32), 319–341. https://doi.org/10.25094/rtp.2021n32a763 (Original work published 14º de fevereiro de 2021)