Com os pés um pouco fora do chão: texto-preparado e citação nos escritos de John Cage

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25094/rtp.2021n32a750

Palavras-chave:

citação, escrita experimental, John Cage

Resumo

O presente trabalho se propõe a investigar o uso dos procedimentos de citação na obra escrita do compositor estadunidense John Cage, em diálogo com as formulações teóricas do trabalho da citação de Antoine Compagnon. Caracterizada muitas vezes como uma “escrita através”, a produção textual cageana será investigada por meio da noção de texto-preparado, derivada da ideia de retórica preparada, desenvolvida por David Patterson por analogia às preparações que o compositor realizava para execução de algumas obras suas para piano.

Biografia do Autor

Miguel de Ávila Duarte, UFMG; UFOP

Doutor em Teoria da Literatura e Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais/UFMG, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

Referências

ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

BROWN, Kathan. Visual art. In: NICHOLLS, David (org.). The Cambridge companion to John Cage. Cambridge: Cambridge University Press, 2002.

CAGE, John. A Year from Monday. Londres, New York: Marion Boyars, 2009a.

CAGE, John. De segunda a um ano: novas conferências e escritos. Rio de Janeiro: Cobogó, 2013.

CAGE, John. Empty Words. Londres, New York: Marion Boyars, 2009b.

CAGE, John. M. London: Marion Boyars, 1998.

CAGE, John. Silence. London, New York: Marion Boyars, 2011.

COMPAGNON, Antoine. O trabalho da citação. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1996.

ECO, Umberto. Obra aberta: forma e indeterminação nas poéticas contemporâneas. 8.ed. São Paulo: 1991.

FISCHER, Steven Roger. História da leitura. São Paulo: Editora Unesp, 2006.

GOLDSMITH, Kenneth. Uncreative Writing: managing language in the digital age. Nova Iorque: Columbia University Press, 2011.

KAHN, Douglas. Silence and Silencing. The Musical Quarterly, v. 81, n. 4, p. 556-598, 1997.

KOSTELANETZ, Richard (org.). Conversing with Cage. Hove: Psychology Press, 2003.

MAC LOW, Jack. Something about the Writings of John Cage. In: KOSTALANETZ, Richard (org.). Writings about John Cage. Ann Arbor: The University of Michigan Press, 1999.

NICHOLLS, David. Getting Rid of the Glue. In: JOHNSON, Steven. The New York Schools of Music and Visual Arts: John Cage, Morton Feldman, Edgard Varèse, Willem De Kooning, Jasper Johns, Robert Rauschenberg. Nova York: Routledge, 2002.

PATTERSON, David W. Cage and Asian: history and sources. In: NICHOLLS, David (org.). The Cambridge companion to John Cage. Cambridge: Cambridge University Press, 2002a.

PATTERSON, David W. Words and writings. In: NICHOLLS, David (org.). TheCambridge companion to John Cage. Cambridge: Cambridge University Press, 2002b.

PERLOFF, Marjorie. O gênio não original: poesia por outros meios no novo século. Belo Horizonte: UFMG, 2013.

PERLOFF, Marjorie. O momento futurista: avant-garde, avant-guerre, e a linguagem da ruptura. São Paulo: 1993a.

PERLOFF, Marjorie. The Poetics of Indeterminacy: Rimbaud to cage. Evanston: Northwestern University Press, 1993b.

SILVEIRA, Henrique Iwao Jardim da. Colagem musical na música eletrônica experimental. 2012. 202 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

TONE, Yasunao. John Cage and Recording. Leonardo Music Journal, v. 13, p.11-15, 2003.

TZARA, Tristan. Sete manifestos Dada. Lisboa: Hiena,1987.

VILLA-FORTE, Leonardo. Escrever sem escrever: literatura e apropriação no século XXI. Belo Horizonte: Relicário, 2019.

WILLIAMS, Alastair. Cage and Postmodernism. In: NICHOLLS, David (org.). The Cambridge companion to John Cage. Cambridge: Cambridge University Press,2002.

Downloads

Publicado

2021-02-14

Como Citar

Duarte, M. de Ávila. (2021). Com os pés um pouco fora do chão: texto-preparado e citação nos escritos de John Cage. Revista Texto Poético, 17(32), 199–224. https://doi.org/10.25094/rtp.2021n32a750