Itinerário de Bandeira: nacional, regional e municipal

Autores

  • Éverton Barbosa CORREIA Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

DOI:

https://doi.org/10.25094/rtp.2010n9a40

Resumo

A obra de Manuel Bandeira é largamente conhecida como uma das mais características de nossa modernidade, a despeito de seu lirismo inconteste. Por isso, convém esmiuçar sua representatividade, perante índices de nossa modernidade, qualificando-a particularmente. Para tanto, tomaremos o Itinerário de Pasárgada como ponto de apoio para a apreciação de alguns poemas, a saber, “Os sapos”, “Evocação do Recife” e “Declaração de amor”. Assim, espera-se enlaçar a expressão subjetiva da escritura bandeiriana à representação social daí decorrente, considerando as cidades por onde o poeta passou e a sua experiência literária correspondente. Com isso, a dimensão pública de sua produção se apresenta a partir de seu traço pessoal, através de elementos de composição.

Downloads

Como Citar

CORREIA, Éverton B. (2010). Itinerário de Bandeira: nacional, regional e municipal. Revista Texto Poético, 6(9). https://doi.org/10.25094/rtp.2010n9a40

Edição

Seção

Artigos