Reflexões sobre a poesia Slam: A coisa tá preta, de Felipe Marinho

Aline Camara Zampieri, Mariely Zambianco Soares Sousa

Resumo


Este artigo traz algumas reflexões sobre o movimento Slam de poesia na cidade de São Paulo a partir da análise do poema A coisa tá preta (2018), do slammer Felipe Marinho. Por meio da releitura dos fatos e sua ressignificação a partir de demandas presentes na narrativa poética de Marinho, percebemos um discurso que se traduz em objeto histórico, sobressaltando a temática étnico-racial, o racismo, a negritude e o empoderamento negro.


Palavras-chave


Felipe Marinho; poesia slam; discurso poético.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE JR., Durval Muniz de. Ensaios de teoria da História. Bauru/SP: EDUSC, 2007, p. 165-182; p. 149-164.

ALMEIDA, Daniel Carvalho de. Poesia de resistência na escola pública: compromisso ético e formação de identidade. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2017.

BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução de Padre Antônio Pereira de Figueredo. Rio de Janeiro: Encyclopaedia Britannica, 1980. Edição Ecumênica.

BRANCO. In. Dicio, Dicionário Online de Português, definições e significados de mais de 400 mil palavras. Todas as palavras de A a Z. Porto: 7 Graus, 2020. Disponível em < https://www.dicio.com.br/branco/> Acesso em 29, jun. 2020.

CAMPOS, Igor Richielli Braga. POESIA E PERIFERIA: vozes marginais nos saraus literários do Coletivoz e na poesia de Sérgio Vaz. Revista do Instituto de Ciências Humanas, v. 10, n. 13 (2015).

ESTRELA D’ALVA, Roberta. Um microfone na mão e uma ideia na cabeça – o poetry slam entra em cena. Synergies Brésiln° 9 - 2011 pp. 119-126.

FEDERAL, Ministério Público. Operação Lava Jato. Disponível em: Acesso em 28, jun. 2020.

FLORENCE, Maurice. Foucault. In: Michel Foucault. Obras essenciales. Barcelona: Paidós, 2010, p. 999-1003.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade. Vol. I. A vontade de Saber. Rio de Janeiro: Graal, 1990.

__________________. O sujeito e o poder. In: DREYFUS, Hubert & HABINOW, Paul. Uma trajetória filosófica. Para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005, p. 231-249.

__________________. Vigiar e Punir. A história da violência nas prisões. Petrópolis: Vozes, 1991.

GOMES, Irene; MARLI, Mônica. IBGE mostra as cores da desigualdade. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/21206-ibge-mostra-as-cores-da-desigualdade Acesso em 30, jul. 2019.

G1 MG. Helicóptero com cocaína no ES é da família do senador Zezé Perrella: Ação policial foi neste domingo (24) em Afonso Cláudio, no Espírito Santo. Advogado da família disse que responsabilidade pelo crime é do piloto. Disponível em: Acesso em 28, jun. 2020.

MAGALHÃES, Guilherme. Símbolo latino-americano, panelaço marcou Dilma e foi usado de esquerda à direita: Forma de protesto é parte da história política de países como Argentina, Chile e Venezuela. Disponível em: Acesso em 21, jun. 2020.

MODZELESKI, Alessandra. Lava Jato tem 293 acordos de delação premiada homologados, diz PGR: Dados foram divulgados em evento do dia internacional de combate à corrupção. Números incluem acordos da primeira instância e de políticos investigados na esfera federal. Disponível em: Acesso em 28, jun. 2020.

MORAES, Geórgia. Comissão de Direitos Humanos denuncia racismo contra jovem negro preso no Rio de Janeiro. Disponível em: Acesso em 25, jun. 2020.

MUNANGA, Kabengele. O negro no Brasil de hoje. São Paulo: Global, 2006.

PALMARES, Fundação Cultural. Disponível em: Acesso em 27, jun. 2020.

PINA, Rute. Símbolo da seletividade penal, caso Rafael Braga completa cinco anos: Catador de materiais recicláveis foi preso pela primeira vez em junho de 2013 e hoje cumpre prisão domiciliar. Disponível em: Acesso em 21, jun. 2020.

PRETO. In. Dicio, Dicionário Online de Português, definições e significados de mais de 400 mil palavras. Todas as palavras de A a Z. Porto: 7 Graus, 2020. Disponível em < https://www.dicio.com.br/preto/> Acesso em 29, jun. 2020.

VEYNE, Paul. Uma história sociológica das verdades: saber, poder, dispositivo. In: Foucault, seu pensamento, sua pessoa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011, p.163-192.

SOUZA, Jessé. A elite do atraso. Rio de Janeiro: Estação Brasil, 2019




DOI: http://dx.doi.org/10.25094/rtp.2020n31a725

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia

Indexado nas seguintes bases bibliográficas:

Periódicos Capes  Latindex  Diadorim  Abec  Google Acadêmico  Sumários.Org  LivRe  DOAJ   Clase