A CADEIA DE TRANSMISSÃO EM “O RECADO DO MORRO”, DE GUIMARÃES ROSA

Clarissa Catarina Barletta MARCHELLI

Resumo


Este artigo analisa o processo de composição de uma canção popular, descrito no conto “O recado do morro”, de Guimarães Rosa. A narrativa relata uma experiência de inspiração poética originária de uma mensagem de natureza profética. Para que o alerta da profecia chegasse ao seu destinatário, fora preciso uma sequência de codificação e recodificação da mensagem de um morro. Consideramos essa cadeia como um fluxo afetivo e efetivo, tal como descrito nos relatos dos bardos homéricos.


Texto completo:

PDF

Referências


ARAUJO, H. V. de. A raiz da alma. São Paulo: Edusp, 1992.

Bíblia Sagrada. Trad. Ivo Storniolo e Euclides Martins Balancin. São Paulo: Paulus, 1990.

DELEUZE, G. e GUATTARI, F. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia, v. 4. Trad. Suely Rolnik. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1997.

DODDS, E. R. Os gregos e o irracional. Trad. Paulo Domenech Oneto. São Paulo: Escuta, 2002.

CHIAPPINI, L. e VEJMELKA, M. (Org.). Espaços e caminhos de Guimarães Rosa: dimensões regionais e universalidade. Rio de Janeiro Nova Fronteira, 2009.

HAVELOCK, E. A. A revolução da escrita na Grécia e suas consequências culturais; trad. Ordep José Serra. São Paulo: Editora da UNESP, 1996.

HESÍODO. Os trabalhos e os dias. Trad. Mary de Camargo Neves Lafer. São Paulo: Iluminuras, 2006.

_________. Teogonia, a origem dos deuses. Trad. Jaa Torrano. São Paulo: Iluminuras, 2001;

HEUBECK, A.; WEST, S. e HAINSWORTH, J. B. A commentary on Homer’s Odyssey, v. I. Oxford: Clarendon, 1991.

HOMERO. Ilíada. Trad. Carlos Alberto Nunes. Rio de Janeiro: Ediouro, 2001.

_________. Odisseia. Trad. Carlos Alberto Nunes. 5. ed. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.

LARA, Valter Luis. A Bíblia e o desafio da interpretação sociológica. São Paulo: Paulus, 2009.

Le Monde Diplomatique. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2015.

LIDDELL & SCOTT’S. Grek-English Lexicon. Oxford: Clarendon, 1949.

MUNIZ FERNANDO (Org.). As artes do entusiasmo: a inspiração da Grécia antiga à contemporaneidade. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2011.

PLATÃO. Íon. Trad. Humberto Zanardo Petrelli. Disponível em: http://www.consciencia.org/platao_ion.shtml. Acesso em: 16 jun. 2015.

RICOEUR, P. Percurso do reconhecimento. Trad. Nicolás Nyimi Campanário. São Paulo: Loyola, 2006.

ROSA, J. G. No Urubuquaquá, no Pinhém (Corpo de Baile). 9. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.25094/rtp.2016n20a342

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia

Indexado nas seguintes bases bibliográficas:

Periódicos Capes  Latindex  Diadorim  Abec  Google Acadêmico  Sumários.Org  LivRe  DOAJ   Clase