A ANTOLOGIA KOKINWAKASHÛ (905) E A FORMAÇÃO DA TRADIÇÃO POÉTICA JAPONESA

João Marcelo MONZANI

Resumo


Este trabalho aborda a antologia poética imperial Kokinwakashû, compilada em 905 na corte japonesa. Pretende-se aqui explicitar os princípios que regem a compilação e organização da obra, pois eles tiveram um papel inaugural e fundamental na criação da tradição nipônica de poesia. Especificamente, demonstraremos que os poemas da antologia Kokinwakashû encontram-se elencados de acordo com o princípio da progressão temático-temporal, ou seja, dentro de um tema maior, os poemas se organizam tendo como eixo seu desenrolar temporal. Para demonstrar o princípio da progressão temático-temporal em funcionamento, optamos por traduzir o “Livro 6, Inverno”, da antologia e, em seguida, explicitar os mecanismos que explicam a sequência e encadeamento dos poemas. Por fim, abordamos brevemente o declínio da tradição poética japonesa.


Texto completo:

PDF

Referências


FURUHASHI, Nobutaka. Manyôshû wo yomu. Tóquio: Furukawa Kôbunkan, 2008.

KUBOTA, Utsubo (ed.) Kokinwakashû Hyôshaku. Tóquio: Tôkyôdô Shuppan, 1960 (5ª. edição).

MINER, Earl. Japanese linked poetry – an account with translations of renga and haikai. Princeton: Princeton University Press, 1979, p. 65.

NAKA, Mitsuo. Shinkokugo Benran. Tóquio: Bun´eidô, 1998, p. 75.

OMODAKA, Hisakata. Man´yôshû Chûshaku Dainikan. Tóquio: Chûôkôronsha, 1968, p. 369-407.

OZAWA, Tadao (ed.). Kokinwashû. Tóquio: Shôgakkan, 1994, 159.

RODD, Laurel. Kokinshu – a collection of poems ancient and modern. Princeton: Princeton University Press, 1984, p. 25.

WAKISAKA, Geny. Man'yôshu - vereda do poema clássico japonês. São Paulo: Hucitec, 1992.




DOI: http://dx.doi.org/10.25094/rtp.2016n20a335

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia

Indexado nas seguintes bases bibliográficas:

Periódicos Capes  Latindex  Diadorim  Abec  Google Acadêmico  Sumários.Org  LivRe  DOAJ   Clase