A Fragmentação na Atual Poesia Brasileira

Nea de CASTRO

Resumo


A fragmentação é estratégica prioritária na lírica hesitante da atualidade. Na cena brasileira, o código poético, que se afirma em poetas como Cláudia Roquette-Pinto, Rodrigo Garcia Lopes, Arnaldo Antunes e outros, procura recolher as dispersões, lacunas, interstícios, interconexões, que vêm caracterizando a Era das Reciclagens, mesmo num país periférico como Brasil. No horizonte crítico, ainda relativamente impreciso, a poética da hesitação elabora perfis e ritmos para a ausência de fixidez do sentido, em meio às tensões entre globalização e localismos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25094/rtp.2005n2a183

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia

Indexado nas seguintes bases bibliográficas:

Periódicos Capes  Latindex  Diadorim  Abec  Google Acadêmico  Sumários.Org  LivRe  DOAJ   Clase