"A poesia é o paraíso do paradoxo": Entrevista com Rodrigo PETRONIO

Antônio Donizeti PIRES, Patrícia Aparecida ANTONIO

Resumo


Rodrigo Petronio nasceu em São Paulo, em 1975, e é formado em Letras Clássicas pela USP. Como poeta, estreou em 2000, com História natural, logo seguido de Assinatura do sol (2005), publicado em Portugal, e pelo livro de ensaios Transversal do tempo (2002; Prêmio Jordão Emerenciano 2001, do Conselho Municipal de Cultura da Cidade do Recife), importante repositório do paideuma pessoal do autor e indicador de questões poéticas e filosóficas que lhe são caras. Em 2005, o poeta nos brinda com o fundamental Pedra de luz (finalista do Prêmio Jabuti 2006), seguido de Venho de um país selvagem (2009), vencedor do Prêmio Academia de Letras da Bahia/Braskem de 2007 e do Prêmio da Fundação Biblioteca Nacional (FBN). Na entrevista abaixo o poeta dá a conhecer-se um pouco mais, revelando-nos o seu processo criativo, as suas ideias sobre poesia, filosofia e religião, e as suas opiniões sobre os quadros da poesia brasileira contemporânea.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25094/rtp.2012n13a105

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia

Indexado nas seguintes bases bibliográficas:

Periódicos Capes  Latindex  Diadorim  Abec  Google Acadêmico  Sumários.Org  LivRe  DOAJ   Clase